Título dá área

A Ecorodovias investe no presente e no futuro, garantindo exportação, importação e a circulação de bens para o mercado interno.

 
 
 

Responsabilidade Socioambiental

Grupo EcoRodovias > Sustentabilidade > Gestão Sustentável > Políticas > Responsabilidade Socioambiental

Responsabilidade Social

 

Diretrizes:

 

Direitos humanos:

 

· Tratar de forma igualitária e antidiscriminatória todos os profissionais, usuários, fornecedores, prestadores de serviços, investidores e demais envolvidos;

· Reprender o tratamento desrespeitoso, descortês, desleal, indigno, ameaçador ou discriminatório para com qualquer pessoa, independentemente de nível hierárquico, cargo ou função, ou ainda decorrente de discriminação de origem social, cultural, econômica, de raça, cor, sexo, idade, religião, característica física ou orientação sexual;

· Abolir o uso de trabalho infantil e de trabalho escravo ou análogo, em nosso âmbito ou no âmbito de nossos fornecedores e prestadores de serviço;

- Combater a exploração sexual infantil, especialmente junto aos portos e pontos mais suscetíveis das rodovias, e ou no âmbito de nossos fornecedores e prestadores de serviço.Observar, nos processos de recrutamento e seleção, bem como nos de desligamento, as leis que tratam da não discriminação de raça, sexo, religião, cor, idade, nacionalidade, orientação sexual ou estado civil e da oportunidade equânime de emprego.

 

Ética e combate à corrupção:

 

· Adotar as melhores práticas de governança corporativa, combatendo todo tipo de corrupção, cultivando os preceitos da concorrência leal, respeitando integralmente todas as leis nacionais e normas internacionais, adotando os princípios do diálogo, da integridade e da transparência na relação e na comunicação com todas as partes interessadas, e valorizando sempre os interesses da coletividade em detrimento dos interesses individuais.

- Repreender as práticas que envolvam o favorecimento ou a concessão de vantagens pessoais de qualquer natureza para toda a cadeia de valor e para as autoridades de qualquer instância do setor público que visem à obtenção de tratamento favorável;

 

Relação com fornecedores:

 

- A EcoRodovias define como fornecedores críticos, todos aqueles que atuam em seu nome e que podem, de qualquer forma, alterar a conformidade do serviço prestado. Fornecedores de serviço de APH – Atendimento Pré-Hospitalar e serviços de remoção na rodovia – Guinchos, são os principais exemplos desta categoria e suas práticas ambientais e de saúde e segurança, quando a serviço da EcoRodovias, deverão ser certificadas por organismo independente dentro do escopo da Companhia;

- Além disso, através do processo de Homologação e Cadastro de Fornecedores, os mesmos são divididos em categorias especificas e exigências que transcendem a simples conformidade legal são aplicadas a categorias especificas que como citado acima, podem afetar a conformidade dos serviços prestados pela Companhia; 

- Após contratados, a EcoRodovias deverá fomentar a gestão socialmente responsável junto à cadeia de valor, incorporando critérios de sustentabilidade, com relação ao meio ambiente, direitos humanos, processos trabalhistas e segurança do trabalho, nas práticas de compra e contratação, realizando investigações das organizações parceiras e promovendo a sua constante conscientização.

 

Engajamento das partes interessadas:

 

- Considerar os interesses e expectativas das partes interessadas no processo de Planejamento Anual Estratégico do Grupo e das suas Unidades de Negócio, por meio de consultas sistemáticas bianuais para estudo da materialidade;

- Considerar como partes interessadas: Acionistas e investidores; Empregados diretos; Demais integrantes da força de trabalho; Fornecedores; Clientes; Comunidades; Governo; Sociedade civil organizada; Dentre outras.

 

Relação com o público interno:

 

- Adotar as melhores práticas trabalhistas, garantindo saúde, higiene, segurança e conforto aos colaboradores, promovendo o seu desenvolvimento pessoal e profissional, além de oferecer perspectivas de crescimento, cultivando a meritocracia, ou seja, critérios relacionados ao desempenho e aos resultados dos trabalhos de cada um, não admitindo nenhuma decisão que afete a carreira profissional de subordinados baseada em aspectos positivos ou negativos de relacionamento pessoal.

 

Valorização da diversidade:

 

· Tratar com especial respeito o os nossos colaboradores e os terceirizados, reconhecendo, aceitando e valorizando a sua diversidade, bem como preservando a sua integridade física, moral e psicológica.

 

Compromisso social:

 

- Manter canais permanentes de comunicação, diálogo e negociação com as comunidades onde atuamos, através da Ouvidoria do Grupo que é responsável pelo recebimento, análise e encaminhamento das demandas recebidas pela Comunidade, pelo acompanhamento das providências junto às áreas e pela preparação de relatórios propositivos de melhorias que são encaminhados para a alta direção da Companhia;

Considerar os interesses e expectativas das comunidades, por meio de engajamento e consultas sistemáticas bianuais para estudo da materialidade;

- Respeitar todos os espaços públicos, como edificações, ruas, parques, paisagens, entre outros, que eventualmente são utilizados nas atividades dos projetos sociais;

- Mapear, identificar e avaliar os aspectos e impactos ambientais e sociais gerados na comunidade resultantes das atividades da empresa, com o objetivo de prever e evitar ou, quando não for possível evitar, minimizar e, nos casos em que permaneçam impactos residuais, compensar/neutralizar os riscos e impactos;

- Desenvolver programas sociais específicos com as comunidades dos locais onde atuamos, através de ações que estejam alinhadas à estratégia da companhia, buscando seu desenvolvimento, diminuição das desigualdades sociais e a redução de impacto ambiental;

- Incentivar os colaboradores a participarem do programa “Voluntário do Bem” dentro do horário de expediente, respeitando seus desejos e aptidões, além de  divulgar e disseminar os projetos sociais através da intranet e site da empresa;

- Atuar por meio de projetos privados ou por leis de incentivo fiscal. Em ambos os casos, são referências para avaliação: o conteúdo das ações, a estrutura de nossos parceiros, a conformidade com a legislação brasileira, o código de princípios de negócios, as políticas de comunicação de marca, ações de sustentabilidade e a convergência com as políticas públicas;

- Estabelecer indicadores de acompanhamento das metas estabelecidas para os projetos privados ou por leis de incentivo fiscal, monitorar, avaliar e comunicar os resultados.

 

Saúde e Segurança do Trabalho

 

Diretrizes:

 

- Realizar a implementação, operação e manutenção de um Sistema de Gestão norteado pela OHSAS 18001 que atenda às necessidades das Unidades de Negócio, observando sempre o disposto nestas diretrizes;

- Conhecer e atender a legislação e outros requisitos aplicados ao negócio, através do uso de método e ferramentas específicas para este fim, buscando atuar sempre com o objetivo de transcender a simples conformidade legal. Esta diretriz deverá ser observada inclusive por toda a cadeia de valor da Companhia, estando formalizada através de documento especifico nos contratos firmados;

Disponibilizar e garantir que todos os colaboradores e prestadores de serviço conheçam e cumpram as normas internas da Companhia relativas à Saúde e Segurança do Trabalho;

- Orientados pelas ferramentas do Sistema de Gestão Integrado (SGI) a Companhia deverá diagnosticar os aspectos de segurança do trabalho e saúde ocupacional de suas operações, agindo me maneira preventiva para garantir a ausência de impactos provenientes destes aspectos;

- Planejar, em conjunto com a área de Segurança ou CIPA (quando aplicável ou necessário), tarefas que não sejam de rotina e que por ventura possam expor os Colaboradores e ou prestadores de serviço a riscos não conhecidos;

 - Analisar criticamente novos projetos embasados em critérios específicos de Segurança do Trabalho, garantindo a identificação de riscos e, por consequência, a introdução de medidas de neutralização ou controle;

Realizar e fomentar internamente programas e projetos voltados à conscientização, educação e orientação para a prevenção de incidentes e doenças ocupacionais, desta forma buscando potencializar ao máximo a prevenção de acidentes;

Primar pela saúde e segurança das pessoas durante a execução dos processos da Companhia, através do monitoramento adequado e aplicação de técnicas prevencionistas. Monitorar estes processos e através das melhoras práticas de mercado buscar a melhoria contínua do desempenho de segurança dos mesmos;

Realizar sensibilizações referentes a segurança do trabalho e os riscos os quais estarão expostos durante a realização de suas atividades;

- Caso exista alguma falha e algum incidente (com ou sem lesão) venha a ocorrer, ações corretivas para evitar sua repetição deverão ser imediatamente tomadas. Após concluídas as investigações, os resultados devem ser mantidos como registros e informados às demais unidades de negócio como forma de evitar sua repetição, não somente no local / unidade da ocorrência, mas também por toda a Companhia.

 

Conflito de interesses

 

Conflito de interesses ocorre quando alguém não é independente em relação à matéria em discussão e pode influenciar ou tomar decisões motivadas por interesses distintos daqueles da organização.

 

Diretrizes:

 

- Minimizar possíveis focos de conflitos de interesses, com uma ou mais partes interessadas, prezando pela separação de funções e definição clara de papéis e responsabilidades associadas aos mandatos de todos os agentes de governança, inclusive com definição das alçadas de decisão de cada instância, buscando oportunidades para inovação e criação de valor;

- Caso haja situações de conflito de interesses, a pessoa envolvida deve manifestar, tempestivamente, seu conflito ou interesse particular. Caso não o faça, outra pessoa poderá manifestar o conflito.