Título dá área

A Ecorodovias investe no presente e no futuro, garantindo exportação, importação e a circulação de bens para o mercado interno.

 
 
 

Meio Ambiente

Grupo EcoRodovias > Sustentabilidade > Gestão Sustentável > Políticas > Meio Ambiente

Meio Ambiente

 

Diretrizes:

 

- Realizar a implementação, operação e manutenção de um sistema de gestão norteado pela NBR ISO 14001 que atenda às necessidades das Unidades de Negócio;

- Realizar levantamento e avaliação periódica dos requisitos legais e outros requisitos aplicados ao negócio;

- Primar pela economia de recursos naturais através da eficiência de seus processos, desenvolvendo programas e campanhas que visam o uso racional e eficiente de combustiveis, energia elétrica, água e papel;

- Realizar manutenções e testes adequados em seus equipamentos e veículos próprios (incluindo geradores), bem como zelar pela manutenção dos veículos locados ou de prestadores de serviço, no intuito de diminuir a emissão de poluentes e outros tipos de poluição em conformidade com a legislação vigente;

- Manter planos de emergência/contingência atualizados e constantemente sendo testados com o objetivo de mitigar todo e qualquer impacto ambiental negativo que possa ocorrer em virtude de suas operações;

- Promover junto a seus Stakeholders sensibilização às conseqüências ambientais oriundas das atividades da Companhia;

- Adotar quando pertinente, ou apoiar programas de proteção à biodiversidade da Fauna e Flora regionais em todas as suas Unidades de Negócio;

- Garantir que após esgotadas todas as possibilidades de controle na geração, que todos os resíduos sólidos e liquidos, bem como efluentes oriundos de seus processos sejam descartados de maneira e em locais adequados, bem como, seja monitorado e mantidos registros dos volumes descartados por tipologia, em conformidade com a legislação vigente.

 

 

Mudanças climáticas

 

Diretrizes:

 

- Identificar, planejar e coordenar (sempre que possível) ações para reduzir as emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa), provenientes dos processos internos da Companhia bem como de processos existentes ao longo da cadeia de valor, principalmente quando estes estiverem em fase de concepção / planejamento;

- A escolha de fornecedores, prestadores de serviço e parceiros deverá levar em consideração além dos aspectos ambientais oriundos da conformidade legal, boas práticas relacionadas a gestão de GEE, como forma de contribuir para redução das emissões globais de GEE. Caso necessário, fornecedores, prestadores de serviço ou parceiros estratégicos para o negócio deverão ser desenvolvidos neste sentido;

- O planejamento estratégico e financeiro da Companhia deverá sempre levar em consideração os impactos das mudanças climáticas no modelo de negócio, sejam elas em escala global ou regional. Através destas analises, deverá buscar identificar riscos e vulnerabilidades oriundas destes efeitos e sempre que possível atuar frente a estes através de medidas de adaptação dos modelos de negócio e operação. Esta atuação deverá ocorrer sempre que necessário e de forma pró ativa garantindo assim a sustentabilidade do negócio;

- Primar pelo uso de equipamentos e sistemas que possuam as melhores tecnologias visando eficiência energética de seus processos, reduzindo sobremaneira ao longo do tempo a intensidade energética dos mesmos;

- Fomentar que internamente sejam desenvolvidos projetos que visem à geração e utilização de energias renováveis alternativas, tais como uso de aero geradores e sistemas fotovoltaicos de forma que além do uso de energias limpa, seja possível reduzir as emissões diretas de GEE e a intensidade carbônica de suas operações;

- Garantir, sempre que possível e independente de variações sazonais, o uso de combustíveis limpos/renováveis nas operações da Companhia (planejamento, execução (incluindo transporte e logística), bem como nas atividades desenvolvidas por prestadores de serviço/parceiros visando a redução das emissões absolutas de GEE, além da intensidade carbônica das operações;

- Realizar junto de seus Stakeholders prioritários, campanhas visando o consumo responsável e sustentável de recursos energéticos (energia elétrica, combustíveis fósseis) ou florestais (desmatamento de Áreas de Preservação Permanente para prática de agropecuária ou agricultura);

- Exigir que os prestadores de serviço que atuam em processos fim da companhia (core business) controlem sua frota de veículos no intuito de evitar emissões de GEE na atmosfera oriundas de manutenções preventivas realizadas de maneira inadequada;

- Manter com a maior integridade possível as áreas de APP (Áreas de Preservação Permanente) localizadas em áreas próprias ou adjacentes às operações da Companhia, principalmente Concessões Rodoviárias;

- Estabelecer anualmente metas de redução das emissões GEE. Estas metas devem sempre estar atreladas a remuneração variável de executivos tais como Diretores, Gerentes, Coordenadores e quando aplicável as demais forças de trabalho;

- Quando todos os esforços de redução das emissões de GEE forem realizados, as emissões residuais oriunda dos processos internos da Companhia deverão ser neutralizadas através da aquisição de créditos de carbono.